1
min read
A- A+
read
Accelerating transition: How cities and regions make a difference

Projeto C-Track 50 na COP25 em Madrid

A cooperação estreita entre todos os níveis de governação e da sociedade civil é essencial para alcançar a neutralidade carbónica. O sucesso da transição depende da capacidade de aumentar as soluções de baixo carbono, e isso só será alcançado através do envolvimento das autoridades regionais e locais.

Quais são as soluções mais eficazes e económicas para reduzir as emissões atmosféricas nas cidades? É suficiente aumentar as soluções climáticas existentes? Que tipo de quadro de governação é necessário para apoiar a transição? Como é que os esforços das cidades para mitigar os efeitos das alterações climáticas podem ser contabilizados automaticamente, por exemplo, em relatórios nacionais?

Na próxima semana, países de todo o mundo se reunirão em Madrid, (Espanha), para a 25.ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP25). As reuniões anteriores têm originado acordos históricos, tal como o Acordo de Paris, resultante da COP21.

No dia 7 de dezembro de 2019, o projeto C-Track 50 será apresentado num evento paralelo co-organizado pelo parceiro do projeto ICLEI Europe, pelo Município de Cascais em Portugal, pelo Fundo de Inovação Finlandês Sitra e pelo Comité das Regiões Europeu (das 12:30h às 14h).

O evento contará com os conhecimentos fundamentais deste projeto e de outros projetos ao abrigo do programa Horizon 2020, do relatório Nordic Green to Scale for Cities and Communities e do Diálogo de Talanoa, e também contará com representantes que irão relatar, em primeira mão, as ações estratégicas e políticas para aumentar as soluções de baixo carbono e reforçar a colaboração a vários níveis.